Poliéster reforçado com fibra de vidro (PRFV)

A vida atual sem polímeros reforçados com fibra de vidro seria difícil de imaginar. Descoberto para efeitos industriais cerca do início do século XX, o material foi inicialmente utilizado para o isolamento de casas. Outras aplicações evoluíram rapidamente e hoje em dia o material é normalmente utilizado na indústria aeroespacial, automóvel, marítima e de construção.

Do que é feito

O polímero reforçado com fibra de vidro (PRFV) é um material compósito que consiste numa matriz polimérica e fibras de vidro. A matriz polimérica é geralmente uma resina epóxi, de éster vinílico ou termoendurecível de poliéster. A resina transmite resistência ambiental e química ao produto e é a matriz que aglutina as fibras no laminado estrutural e define a forma de uma peça em PRFV. As fibras de vidro acrescentam resistência ao compósito. Podem ser dispostas de forma aleatória ou adequadamente orientadas. O tipo mais comum de fibra de vidro utilizado para PRFV é vidro de classe E, que é o vidro de alumino-borossilicato. O vidro E-CR (resistência elétrica/química) é também vulgarmente utilizado em aplicações que requerem uma proteção particularmente elevada contra a corrosão ácida.

Porque é tão forte

Como acontece com muitos outros materiais compósitos, os dois materiais complementam-se mutuamente para formar um composto mais forte. As resinas plásticas são fortes em carga de compressão e as fibras de vidro são muito fortes em tensão. Ao combinar os dois materiais, o PRFV torna-se um material que resiste muito bem, tanto às forças de compressão como às de tensão. Os métodos de produção de PRFV incluem enrolamento de filamentos, fundição centrífuga, colocação manual e de pulverização e pultrusão.

Quais são as maiores vantagens

O PRFV apresenta muitas características vantajosas. É muito leve para a elevada resistência mecânica, resistência contra produtos químicos e corrosão (devido às suas propriedades não condutoras também à corrosão eletrolítica), radiação UV e estabilidade de temperatura e é ecológico. O PRFV é impermeável, o que o torna ideal para todas as aplicações ao ar livre. Pode ser personalizado para ser ignífugo, utilizando resinas não inflamáveis. O PRFV é um material altamente durável com uma expectativa de vida muito longa, ideal para uma vasta gama de aplicações em várias indústrias.

O PRFV na construção de tubagens

Desde a década de 1950, o PRFV ganhou uma posição firme na construção de tubagens. A gama de aplicações abrangidas pela solução de tubagens PRFV é hoje em dia ampla: desde sistemas de esgotos e linhas de água potável até tanques de armazenamento, tubos de drenagem, condutas de pressão hidroelétricas, sistemas de tubos industriais, bem como soluções de reabilitação com perfis especiais de tubos não circulares, para citar apenas alguns. Os métodos pelos quais os tubos podem ser instalados são igualmente múltiplos e incluem valas abertas, acima do solo, em suspensões, debaixo de água, e por meio de tecnologias não soterradas, tais como a reabilitação e o microtunneling.

Os tubos em PRFV da Amiblu são produzidos principalmente por enrolamento de filamentos (tecnologia Flowtite) ou centrifugação (tecnologia Hobas). Em ambos os métodos, é adicionada areia e materiais de enchimento ao compósito fibra-resina para construir uma espessura de parede suficiente e desta forma aumentar a resistência e rigidez do tubo. O processo de enrolamento de filamentos emprega reforços contínuos e picados de fibra de vidro, que são aplicados num mandril rotativo, avançando na direção circunferencial. O tubo é deste modo formado a partir do interior para o exterior. Na centrifugação, a parede do tubo é construída do exterior para o interior, num molde rotativo. As matérias-primas, incluindo fibras de vidro cortadas são posteriormente introduzidas no molde por meio de um braço alimentador que se desloca para a frente e para trás. Qualquer dos processos resulta num tubo PRFV com características definidas, que prevalecem sobre outros materiais de tubos em vários aspetos.

Advantages of Amiblu GRP pipes:

  • Vida útil fiável durante mais de 150 anos
  • Utilização e aceitação global pelas principais autoridades de água e esgotos em todo o mundo
  • Processo de produção totalmente automatizado, permitindo que cada tubo seja fabricado com as propriedades específicas necessárias para a sua aplicação e exigências de funcionamento
  • Classes de alta rigidez disponíveis (por exemplo, para áreas com solos mais fracos)
  • Peso leve e comprimento à medida. Os tubos em PRFV pesam apenas 1/4 dos tubos de ferro dúctil e 1/10 dos tubos de betão. Isto conduz a economias consideráveis através da redução dos custos de transporte, enfiamento, manuseamento e instalação.
  • Menor sobretensão e pressão do golpe de ariete devido à baixa velocidade da onda.
  • Resistência à corrosão numa vasta gama de pH
  • Sem corrosão eletrolítica. Os tubos em PRFV não requerem qualquer tipo de proteção catódica ou de outro tipo
  • Capacidade de suportar cargas de compressão longitudinais elevadas (2-3 vezes mais elevadas que o betão) que ocorrem durante a perfuração para os tubos
  • Baixo coeficiente de expansão térmica
  • Excelentes características de fluxo hidráulico. Superfície interna lisa do tubo, que resulta num atrito significativamente mais baixo do que com outros materiais

данные

Технические данные

Диаметр, давление, жесткость и многое другое… Все технические данные, необходимые для проектирования, монтажа и эксплуатации наших трубопроводов.

Проекты

База проектов

Свыше 30 000 проектов более чем в 125 странах и более 60 лет на рынке. Откройте для себя впечатляющие и технически сложные проекты с использованием технологий Amiblu (Flowtite, Hobas, Amiblu, Amiscreen) – ознакомьтесь с нашими проектами.

Отпечаток

Наш углеродный след

Наша цель - к 2023 году выпустить первую трубу с нейтральным выбросом углерода и стать компанией с нулевым уровнем выбросов CO2 к 2030 году. Мы используем наши ресурсы, наш опыт, наш голос и нашу сеть офисов для борьбы с климатическим кризисом и вдохновляем людей во всем мире уважать воду так, как мы должны.